Eu e minha auto estima

  • Nanninha
  • Tagged ,
  • 21/01/2017
  • 0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

    Falar sobre autoestima até alguns anos atrás era algo muito complicado, pois muitas vezes as pessoas não tinham noção do que era e de sua importância.

    Olá pessoas…

    Vamos falar sobre autoestima?! Antes de qualquer coisa vamos nos situar e descobrir exatamente o que é autoestima.

    De acordo com o dicionário

    “substantivo feminino
    qualidade de quem se valoriza, se contenta com seu modo de ser e demonstra, consequentemente, confiança em seus atos e julgamentos.”

     

    Uma pessoa com autoestima alta é uma pessoa que é segura de si, que sabe muito bem quem é, do que gosta e não gosta e tem confiança em tudo que faz e fala. Claro, que como pessoas normais, de vez em quando rola uma insegurança o que é totalmente normal, principalmente em situações que são diferentes ou novas para aquela pessoa… Mas diferente de uma pessoa não tão confiante, é encarado como um novo desafio a ser superado.

     

    Na sociedade que vivemos somos bombardeados constantemente com fotos, vídeos e textos que muitas vezes nos fazem sentir as piores pessoas do mundo, que somos totalmente errados e precisamos mudar para ser aceito ou para se encaixar. Não!! Nada disso tá certo!

     

    Quem tem que se aceitar é você e apenas você! Quem tem que se sentir bem com aquele cabelo, com aquela roupa ou com aquela maquiagem é você e mais ninguém!! Você tem que se olhar no espelho todos os dias e pensar: “Nossa, eu sou linda!!” porque você é.

     

    Não existe beleza perfeita, só existe beleza e cada uma tem a sua!!

     

    Pensando nisso, estou participando de um projeto que vai durar mais ou menos um mês chamado Manual de Autoestima… Onde uma vez por semana teremos um tema para conversar sobre autoestima, achei uma idéia maravilhosa e estou aqui dando minha contribuição.
    O tema dessa semana é um objeto que lembre o quanto você é importante

     

    Confesso que foi bem difícil pensar em apenas um objeto pois existem tantas coisas que me representam, mas resolvi escolher duas coisas que estão e estarão marcadas na minha pele sempre. Minhas tattoos e meu piercing.

     

     

    Eu tenho piercing na sobrancelha a 14 anos e não vivo sem ele!! Ele faz parte da minha pessoa, da minha personalidade pois é um objeto forte e delicado e me lembra sempre que eu sou e tenho que ser assim com tudo na vida. Se eu tiro, me sinto estranha até mesmo feia, mas com ele eu posso conquistar o mundo!

     

    Tenho 3 tattoos mas as duas dos punhos são as que mais falam sobre o que penso da vida e o que eu quero pra mim! No pulso esquerdo é o símbolo do infinito que tatuei pensando em reter infinitamente todas as coisas boas. No pulso direito um heartgram (pentagrama de coração) que é o símbolo de uma banda que eu amo muito (HIM) porém significa o bem e o mal unidos, e nós somos assim e temos que ter sempre um equilíbrio.

     

    Bom, espero que esse post tenha inspirado alguém a se olhar de forma diferente, pelo menos um pouco. Não sou a pessoa mais confiante do mundo o tempo todo, mas tenho certeza de onde quero chegar!

     

    Espero que tenham gostado!
    Beijos e até o próximo…

    10 thoughts on “Eu e minha auto estima

    1. Adorei seu post bem completo e estimulante!
      Incrível como a autoestima e tudo na vida né? Devemos pratica-la sempre, e o autoconhecimento em conjunto!
      Você é super estilosa adorei,arraso nas tatuagens e no pircing ♥ Continue assim linda hehe beijinhos

    2. Amei tuas escolhas ♥ Apesar de parecer difícil escolher alguma coisa para nos representar, a gente sempre encontra uma forma de se sentir importante, né? Tenho certeza de que as tatuagens te marcaram literalmente em algum momento da vida e que teu piercing faz um efeito positivo lindo na tua forma de se enxergar.

    3. Autoestima é tudo em nossa vida. Sem ela tudo o que nos rodeia é diferente. Porém a nossa autoestima cai, com tudo que nos cerca e se nós estamos abalados com algo (psicologicamente falando ou fisicamente), uma palavra negativa ou menos adquada é suficiente para nos deitar a baixo. E depois é como tudo na vida… um ciclo e por vezes vicioso. E sem nos apercebermos nós estamos no fundo do poço e apenas nós podemos sair dele. Com muita força de vontade, de viver e mudar a nossa situação.
      O meu blogFanPageInstagramTwitterCanal no Youtube

      1. Num próximo post prometo mostrar melhor, não tive tempo pra fotografar… Mas falarei mais delas qualquer dia… Obrigada pela visita! bjs

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *